(241)
Entidade
Apresentação
Diretoria Executiva
Conselho Consultivo
Conselho Fiscal
» Palavra do Presidente
Agenda Abras
 
Você está em:

Abras

Força do empresariado

   


As dificuldades de se empreender no Brasil tem impulsionado a união do empresariado em importantes movimentos pelo protagonismo nas decisões político-econômicas. No mês passado, participei do lançamento oficial do Instituto Brasil 200, uma inciativa de um grupo de empresários de diversos setores da economia, que buscam a simplificação tributária, com o foco no imposto único.


Com objetivos não muito distintos, a União Nacional de Entidades do Comércio e Serviços (Unecs), da qual a Abras faz parte, com mais oito fortes  representações (Abad, Abrasel, Anamaco, Alshop, CNDL, CACB, Afrac, e Abrasce), busca, desde 2014, impulsionar o empreendedorismo no País, defendendo demandas de incentivos fiscais, de modernização e reestruturação do cenário empresarial, com o objetivo de trazer evolução e mais competitividade para a economia brasileira.


Referência em entidade de classe, a Unecs se tornou uma grande voz dos empresários e, hoje, conta ainda com um apoio fundamental da Frente Parlamentar do Comércio, Serviços e Empreendedorismo (FCS), com centenas de deputados e senadores que, nos últimos anos, foram primordiais nas conquistas de diversas demandas do setor, como a reforma trabalhista, aprovação da terceirização, cadastro positivo e uma de nossas maiores vitórias: o reconhecimento da atividade supermercadista como essencial da economia, em 2017, entre outras conquistas.


A união realmente faz a força! É inegável o poder do empresariado no cenário econômico. Somos a locomotiva que move esse país. Aproximar o setor privado do poder público é o melhor caminho no momento para um Brasil mais empreendedor. Temos grandes desafios pela frente para colocarmos nosso país nos trilhos do desenvolvimento e estamos só no começo.


Graças ao trabalho de políticos e empresários já avançamos no processo de aprovação da reforma da Previdência, que será uma das nossas principais soluções para diminuir o déficit fiscal e aumentar o potencial de crescimento do Brasil. Temos ainda a reforma tributária, que começou a ser discutida no Congresso, e necessita de uma grande mobilização conjunta de todos os empresários.


A complexidade do sistema tributário brasileiro é um dos principais fatores de redução da produtividade do País. Precisamos de uma reforma que não prejudique quem quer empreender e gerar emprego e renda, que considere uma diminuição da carga de tributos, que promova a segurança jurídica, e simplifique as operações.


Agora é hora de nos unirmos ainda mais. Nunca estivemos tão próximos de uma grande mudança no nosso cenário empresarial, e a nossa voz nunca esteve tão forte! Divulgue no seu estado, para os seus amigos e conhecidos a importância das reformas estruturais. Ajude-nos nesta luta por um Brasil mais competitivo e empreendedor para a nossa e para as próximas gerações. Estamos juntos e misturados, sempre!

 

Atualizado em Agosto de 2019