Notícias do setor
Economia
Jurídico
Tecnologia
Marketing
Bebidas
Carnes / Peixes
Notícias Abras
Geral
Redes de Supermercados
Sustentabilidade
 
Você está em:
  • Notícias do setor »
  • Geral

Notícias do setor - Clipping dos principais jornais e revistas do Brasil

RSS Geral

29/08/2019 11:40 - Pagamento instantâneo no Brasil será desenvolvido e administrado pelo BC

O Banco Central anunciou nesta quarta-feira que o sistema de pagamentos instantâneos terá a base de dados desenvolvida e administrada pelo próprio órgão.

 

“Para maximizar ganhos de escala e efeitos de rede típicos da indústria de pagamentos, e tendo em conta sua criticidade para o bom funcionamento do ecossistema de pagamentos, a base de dados de endereçamento centralizada será desenvolvida e gerida pelo BC”, diz trecho do comunicado.

 

Segundo o regulador bancário, a centralização da chamada base de dados de endereçamento permitirá realizar pagamentos de maneira intuitiva e simplificada, usando informações como número de telefone ou conta de e-mail, de forma segura.

 

A Reuters publicou em julho que o BC pretende implementar o sistema, que permite realizar transferências de valores de forma automática, 24 horas por dia, sete dias por semana, em 2020, o que deve impactar receitas do setor de pagamentos eletrônicos.

 

Em preparação para esse cenário, as instituições financeiras vêm lançando produtos e soluções de pagamentos automáticos, de forma gratuita, mas em circuito fechado.

 

Para executivos do setor, a principal função do pagamento instantâneo deve ser a de substituir transações hoje pagas com dinheiro em espécie ou boletos. Transações de valores maiores, ou em parcelas, tenderiam a seguir sendo feitas por canais tradicionais, como TED ou mesmo com cartões de crédito.

 

Bancos e fintechs vinham aguardando a definição pelo BC do modelo a ser adotado para o funcionamento do pagamento instantâneo no país, o que deve ter grande influência sobre os modelos de negócios de várias instituições.

 

Com um modelo centralizado, o regulador opta por um sistema diferente do sistema chinês, concentrado nas plataformas Wechat e Alipay, que não conversam entre si. Aqui, o sistema será interoperável com as transações sendo liquidadas numa plataforma central, como a CIP.

 

Fonte: Reuters

Enviar para um amigo
Envie para um amigo
[x]
Seu nome:
E-mail:
Nome do amigo:
E-mail do amigo:
Comentário
 

 

Veja mais >>>

10/12/2019 17:05 - Cerca de 700 mil contribuintes caíram na malha fina em 2019
04/12/2019 17:50 - Brasileiro retoma aumento de idas ao ponto de venda
02/12/2019 13:14 - Consumo de alimentos orgânicos cresce no Brasil
25/11/2019 18:37 - Não há como reduzir carga tributária sem reforma administrativa, diz William Waack
22/11/2019 15:42 - Cadeia de abastecimento se reúne nesta segunda, dia 25
22/11/2019 15:25 - Rótulos de alimentos industrializados vão mudar; entenda
19/11/2019 12:37 - Black Friday: Smart devices e remédios são prioridade de preço no e-commerce
18/11/2019 19:16 - ABIMIP reforça seu papel educativo sobre os medicamentos isentos de prescrição
14/11/2019 13:57 - Na contramão global, Brasil retrai consumo fora do lar
13/11/2019 13:06 - Programas de fidelidade são populares entre os brasileiros

Veja mais >>>