Notícias do setor
Economia
Jurídico
Tecnologia
Marketing
Bebidas
Carnes / Peixes
Notícias Abras
Geral
Redes de Supermercados
Sustentabilidade
 
Você está em:
  • Notícias do setor »
  • Economia

Notícias do setor - Clipping dos principais jornais e revistas do Brasil

RSS Economia

10/11/2017 12:09 - Rede antecipa Black Friday para impulsionar os negócios

Dado o sucesso dos anos anteriores, a Casas Bahia vai antecipar algumas promoções do Black Friday - data voltada para liquidações, que teve sua origem nos Estados Unidos - novamente em 2017. O evento está marcado oficialmente para o próximo dia 24, mas a rede promete descontos e condições especiais de pagamento nas lojas físicas e no site já a partir desta sexta-feira.

 

De acordo com o diretor Comercial da Casas Bahia, Luiz Henrique Vendramini, trata-se de uma estratégia de vendas que a empresa adotou a partir de 2015, baseada no comportamento do consumidor. Segundo ele, foi necessário aplicá-la, uma vez que observaram que os consumidores buscavam as promoções cada vez mais cedo nesta época do ano.

 

"Chegava início de novembro e as vendas caíam. Os clientes acessavam o site e não compravam os produtos até a data do Black Friday. Foi então que resolvemos antecipar algumas promoções e observamos que o fluxo de vendas melhorou. Isso permitiu também com que as pessoas se programassem financeiramente para suas compras", explicou.

 

Dessa maneira, no ano seguinte (2016), já foi possível aplicar uma estratégia mais estruturada e colher resultados ainda mais robustos. Embora não tenha revelado números, o diretor afirmou que os números são crescentes.

 

Desta vez, a ação, que tem como nome, "Casas Bahia, a Casa da Black Friday", oferecerá um mix completo de produtos de tecnologia, linha branca, eletroportáteis, informática, smartphones e móveis.

Estão previstas ofertas diferenciadas em todas as categorias, com condições especiais de pagamento que começam a ser anunciadas hoje, com parcelas de até 14 vezes sem juros no cartão Casas Bahia ou 10 vezes sem juros nos outros cartões.

 

"Os produtos ofertados mudam a cada dia até a Black Friday. O objetivo é atender a uma demanda de compras represada desde o início do mês e oferecer ao cliente, que espera pela data, ofertas agressivas para que ele possa aproveitar mais oportunidades", disse.

 

Negociações - Para isso, conforme Vendramini, as negociações com fornecedores tiveram início há bastante tempo. "A indústria espera vender tanto quanto o varejo.

Por isso, desde o final do ano passado estamos negociando com os fornecedores, incluindo as principais marcas do mercado, e nos preparando internamente para a data, trazendo estoques adequados, equipes de vendas treinadas e ofertas mais agressivas do que em 2016", disse o executivo.

 

 

Fonte: Diário do Comércio de Minas

 

Enviar para um amigo
Envie para um amigo
[x]
Seu nome:
E-mail:
Nome do amigo:
E-mail do amigo:
Comentário
 

 

Veja mais >>>

18/07/2018 11:06 - Consumo atual está pior em 52% dos lares
18/07/2018 11:05 - IGP-M desacelera alta a 0,53% na 2ª prévia de julho com queda de alimentação, diz FVG
17/07/2018 13:19 - Setor de serviços na capital paulista fatura R$ 27,6 bilhões
17/07/2018 13:15 - Vendas no comércio registram crescimento de 0,9% em junho, indica Mastercard
17/07/2018 13:00 - CNDL/SPC: Brasil fecha primeiro semestre com 63,6 milhões de inadimplentes
17/07/2018 11:54 - Consumo: Necessidade básica será responsável pelo crescimento do varejo neste ano
16/07/2018 17:34 - Mandioca: Com oferta limitada, preços sobem 3% na semana
16/07/2018 17:33 - Frango: Alta de preços no atacado, mas nas granjas estabilidade
16/07/2018 17:31 - Preço do leite sobe 38,55% nos supermercados de Curitiba
16/07/2018 17:20 - IPC-S desacelera alta a 0,67% na 2ª quadrissemana de julho, diz FGV

Veja mais >>>