Notícias do setor
Economia
Jurídico
Tecnologia
Marketing
Bebidas
Carnes / Peixes
Notícias Abras
Geral
Redes de Supermercados
Sustentabilidade
 
Você está em:
  • Notícias do setor »
  • Economia

Notícias do setor - Clipping dos principais jornais e revistas do Brasil

RSS Economia

10/01/2018 10:53 - Sobe otimismo na criação de vagas

Indicador Antecedente de Emprego (IAEmp), divulgado ontem (9), avança 17 pontos em 2017 e sinaliza tendência de recuperação do mercado de trabalho ao longo dos próximos seis meses. Cenário atual, porém, ainda é caracterizado pela informalidade.

 

"O IAEmp segue refletindo o grande otimismo quanto à recuperação da atividade econômica no País. O índice reflete a expectativa de melhora dos negócios e planos de contratação das empresas nos próximos meses. O elevado nível do índice [107 pontos] indica que a geração de postos de trabalho deve avançar ainda mais durante este ano.", afirma Fernando de Holanda Barbosa Filho, economista da FGV IBRE, por meio de nota.

 

De acordo com a FGV, em dezembro o IAemp subiu 3,1 pontos na comparação com novembro, seis dos sete indicadores que o compõem o indicador aumentaram, com destaque para a Sondagem da Indústria de Transformação (alta de 9,1 pontos).

 

Contudo, o Indicador Coincidente de Desemprego (ICD) – que mede a situação atual – também avançou pelo segundo mês consecutivo, ao variar 1,7 ponto, para 100,3 pontos. Apesar de que no acumulado de 2017 tenha recuado 3,3 pontos.

 

"Ainda que o nível do ICD esteja acima de 100 pontos, o resultado mostra que apesar da redução da taxa de desemprego, a situação do mercado de trabalho continua difícil. A taxa de desemprego se mantém na casa dos 12% e a geração de vagas continua ocorrendo predominantemente no mercado informal, retratando um mercado de trabalho ainda complicado para o trabalhador", analisou o economista da fundação, na mesma nota.

 

De acordo com dados oficiais do IBGE, o desemprego recuou no trimestre encerrado em novembro, mas puxado mais pelo o número de empregados no setor privado sem carteira de trabalho assinada (alta de 3,8%), do que aqueles com carteira (estabilidade).

 

 

Fonte: DCI São Paulo

Enviar para um amigo
Envie para um amigo
[x]
Seu nome:
E-mail:
Nome do amigo:
E-mail do amigo:
Comentário
 

 

Veja mais >>>

21/09/2018 17:03 - Brasil gerou em agosto 110,4 mil empregos com carteira assinada
21/09/2018 11:38 - Intenção de consumo sobe com fatores macro
21/09/2018 11:09 - Cerca de 60% das famílias do Rio de Janeiro estão endividadas
21/09/2018 11:04 - IPCA-15 reduz alta a 0,09% em setembro, menor taxa em 12 anos por deflação de alimentos
20/09/2018 11:43 - Após duas quedas consecutivas, preço da cesta básica volta a crescer em Divinópolis
20/09/2018 11:35 - Consumidor segue desconfiado do futuro
20/09/2018 11:34 - SindiVarejista aponta aumento de 10,2% nas vendas em Campinas
20/09/2018 11:32 - Varejistas de S. Paulo mais pessimistas
19/09/2018 11:36 - Dia da Criança será do presente mais barato
19/09/2018 11:33 - Lojas começaram setembro em baixa

Veja mais >>>