Notícias do setor
Economia
Jurídico
Tecnologia
Marketing
Bebidas
Carnes / Peixes
Notícias Abras
Geral
Redes de Supermercados
Sustentabilidade
 
Você está em:
  • Notícias do setor »
  • Economia

Notícias do setor - Clipping dos principais jornais e revistas do Brasil

RSS Economia

18/07/2019 12:21 - Volatilidade de câmbio e juros bate mínimas com "entressafra"

A desaceleração no ritmo de negociações no exterior e o adiamento da conclusão da votação da reforma da Previdência na Câmara para agosto têm reduzido o vaivém dos preços do dólar e dos juros no Brasil.

 

A volatilidade implícita extraída das opções de dólar/real para três meses operava em torno de 10,8% ao ano, perto de mínimas desde abril de 2018. Apenas uma semana atrás, essa medida estava próxima de 13%, pouco antes de a Câmara aprovar o texto principal da reforma previdenciária em votação em primeiro turno.

 

A volatilidade implícita é uma medida do grau de incerteza do mercado para o preço de um ativo dentro de um determinado intervalo de tempo. Quanto maior a volatilidade, maior a instabilidade associada a esse ativo.

 

Nos juros, a volatilidade também tem sido menor. A volatilidade histórica de dez pregões no DI janeiro/2020 —o mais negociado dentre os 37 vencimentos da curva— cedia a 7,68% nesta quarta. É o menor patamar desde 4 de junho. No fim do mês passado, estava em 14,01%.

 

O menor vaivém nos preços não é exclusividade do Brasil. O índice, que mede o valor do dólar frente a uma cesta de moedas, tinha volatilidade histórica de dez pregões em torno de 4,7%, perto de mínimas desde o fim de maio.

 

“A volatilidade cambial (no exterior) continua em níveis historicamente deprimidos e não tem reagido a potenciais cortes de juros”, disseram estrategistas do Bank of America Merrill Lynch em nota a clientes.

 

O mercado deve seguir carente de “drivers” até pelo menos a próxima semana, quando o Banco Central Europeu (BCE) anunciará sua decisão de política monetária. Na semana seguinte, os BCs de Brasil e Estados Unidos reportam suas decisões sobre taxas de juros, o que por sua vez pode mexer também com os preços no câmbio.

 

“Até o final do mês, temos apenas a divulgação do IPCA-15 como dado mais relevante”, disse a corretora Renascença em comentário.

 

Fonte: Reuters

 

 

 

Enviar para um amigo
Envie para um amigo
[x]
Seu nome:
E-mail:
Nome do amigo:
E-mail do amigo:
Comentário
 

 

Veja mais >>>

11/10/2019 14:46 - Equipe econômica estuda novo modelo de contrato de trabalho para estimular vagas
11/10/2019 11:29 - Dia das Crianças: brinquedo também pode ser inovação
11/10/2019 11:28 - Brasileiro 'quer gastar mais', diz estudo
11/10/2019 11:25 - Setor de serviços retrai 0,2% em agosto, a 5ª queda no ano
11/10/2019 11:24 - Governo vai dobrar limite de compras em free shops
11/10/2019 11:23 - Setor de serviços do Brasil recua 0,2% em agosto, diz IBGE
10/10/2019 11:37 - Vendas do comércio crescem 0,1% em agosto e setor tem 3ª alta seguida
10/10/2019 11:36 - Inadimplência do consumidor cresce ao menor ritmo em quase dois anos
10/10/2019 11:36 - Taxas de juros voltam a cair em setembro após queda da Selic, aponta Anefac
10/10/2019 11:35 - IGP-M acumula inflação de 3,16% em 12 meses

Veja mais >>>