(318)
Última edição
Última Edição
Matéria de Capa
Ponto de Vista
Destaque
Dicionário do Setor
Internacional
 
Você está em:

SuperHiper

Quem são os gestores do pequeno varejo? 01/07/2016 17:58:10

 

 

 

Sexta edição do Estudo Mercado de Vizinhança apresenta, pela primeira vez, os quatro perfis de gestores que estão à frente do pequeno varejo. Essa clusterização (segmentação) mostra questões relevantes nas características de cada um deles e traz os principais pontos de atenção que devem ser trabalhados em prol do desenvolvimento deste canal

 

 

 

O pequeno varejo sempre exerceu um papel relevante para o autosserviço brasileiro e para o abastecimento dos lares. Nos últimos anos, no entanto, por

causa de mudanças conjunturais e comportamentais, em relação aos consumidores e aos empresários do setor, este modelo de negócio ganhou mais destaque e representatividade na rotina de compras dos shoppers.


Para acompanhar e compreender com mais profundidade a dinâmica deste segmento, a GfK Brasil desenvolveu o Estudo Mercado de Vizinhança, que neste ano chega à sua sexta edição. Publicado com exclusividade por SuperHiper, o levantamento reúne diversas informações sobre o pequeno varejo e também dos gestores que estão à sua frente.


Nesta edição, inclusive, o estudo traz um importante diferencial com o objetivo de desvendar ainda mais a dinâmica deste canal. A novidade está na segmentação dos perfis de gestores e de como são suas lojas. Ao analisar os dados apurados entre 2011 e 2015, por meio de entrevistas realizadas em todo o País, a GfK Brasil identificou similaridades entre os modelos de negócios,

que resultaram na definição de quatro perfis, assim classificados: promissor solitário, varejo profissionalizado,lápis na orelha e mulheres no varejo (veja a seguir a descrição e dados de cada um deles).


“Essa análise tem por objetivo referenciar os atuais perfis de negócios que integram o varejo de vizinhança, destacando o desempenho, as necessidades e as tendências de comportamento de cada um deles”, explica o diretor de Relacionamento da GfK Brasil, Marco Aurélio Lima. “Com isso, esperamos que estes parâmetros auxiliem o pequeno supermercadista a identificar em qual momento ele se encontra e o que é preciso fazer para se manter atuante e competitivo no mercado.”



 

Últimas

» Foco e simplicidade são os pilares do atacarejo 05 de Outubro 2017, 11h31
» “Esse setor sempre foi essencial” 20 de Setembro 2017, 10h43
» E-commerce alimentar: um caminho sem volta 26 de Julho 2017, 09h59
» O grandioso mercado das pequenas lojas 27 de Junho 2017, 14h11
» Os bastidores de cada gôndola 01 de Junho 2017, 14h11
» Em busca da retomada 05 de Maio 2017, 09h19
» Depois da tempestade... 03 de Abril 2017, 09h46
» Sinergia e criatividade para adoçar as vendas da Páscoa 2017 21 de Fevereiro 2017, 16h33
» Um jantar com muita história para contar 27 de Dezembro 2016, 15h59
» Ao cliente, com carinho e exclusividade 23 de Novembro 2016, 15h15

Ver mais »